Fiscalizar ou não as ordens profissionais, eis a questão

“Ordens profissionais aguardam proposta de lei do possível novo “estatuto”. Não consideram ser necessário mexer na competência da fiscalização, mas o tema da multidisciplinaridade divide as ordens (…)”

 

As ordens profissionais têm sido tema recorrente nos últimos tempos. Após a Ordem dos Médicos ter realizado uma auditoria ao lar de Reguengos de Monsaraz, o primeiro-ministro, António Costa, questionou a legitimidade da mesma para aquela ação e afirmou que as ordens não existem para fiscalizar.

Ler artigo completo

Fonte: ECO